13 de jul de 2008

Vou errando enquanto a vida me deixar...


Nunca cometo o mesmo erro
duas vezes
já cometo duas três
quatro cinco seis
até esse erro aprender
que só o erro tem vez

Paulo Leminski

Nenhum comentário: