10 de nov de 2007

A maturidade política dos bancários

A maturidade política dos bancários

A campanha salarial tem um alto custo financeiro para o Sindicato, mas este investimento é fundamental para o êxito do Acordo Coletivo. Cartazes, panfletos,
aIuguel de auditórios na ABI e na Galeria dos Empregados do Comércio, tiragem diária do Jornal Bancário são alguns gastos extras dos quais não podemos abrir mão, visando garantir um reajuste e uma PLR dignos para a categoria. A Contribuição Assistencial é necessária para cobrir esses gastos e os bancários hoje compreendem bem essa função do desconto. Além disso, este valor é utilizado para pagar uma bonificação aos funcionários da entidade, que trabalham duro o ano inteiro e mais ainda durante a campanha salarial. Esses trabalhadores recebem apenas o reajuste da categoria, já que a entidade
não tem fins lucrativos e logicamente não há PLR. Por isso, a necessidade de uma bonificação.
No Rio, tivemos o cuidado de aprovar, em assembléia, um valor que não pesasse no bolso dos bancários, mas, ao mesmo tempo, desse conta de cobrir essas despesas extras: R$20,00 é o menor valor cobrado entre os sindicatos de todo o Brasil.
Os bancários deram, mais uma vez, uma demonstração de maturidade política. A cada ano diminui o número dos que se opõem ao desconto. É motivo de orgulho saber que praticamente não houve filas nos três dias de entrega das cartas de oposição. Não criticamos quem se opôs ao desconto, visto que é um direito. Mas não podemos deixar de elogiar quem compreendeu bem a função da contribuição e ajudou o Sindicato a tornar-se ainda mais forte na defesa de toda a categoria.
Este ano conquistamos o melhor acordo dos últimos três anos. E isto deve-se à maturidade política dos bancários.
Nosso objetivo é, a cada ano, fechar um acordo melhor e recuperar o poder de compra de toda a categoria. Para isso, contamos com essa mesma disposição de luta e a participação de todos os companheiros e companheiras junto ao
Sindicato. Para mim, particularmente, não chega a ser uma surpresa, mas eu não poderia deixar de agradecer a todos pela participação nas atividades da campanha salarial e na Contribuição Assistencial.
O nosso Sindicato só tem razão de existir com a participação de toda a categoria. Mais uma vez, obrigado bancárias e bancários.

Vinicius de Assumpção
Presidente do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro

Nenhum comentário: