9 de dez de 2007

Em memória de Heloneida e Vera Magalhães

Petistas realizam ato em memória de Heloneida e Vera

Esta foi uma semana de vitórias, com o PT apurando os resultados do PED 2007 e mostrando ao povo e ao mundo político a força e a garra de sua militância. Tanto em nível nacional quanto no Rio de Janeiro um número maior de votantes, em comparação ao PED de 2005, foi às urnas levar seu voto. Foram 326 mil, no país, e no estado foram mais de 23 mil.

Mas, apesar desta expressiva vitória, esta foi uma semana de luto. Os movimentos políticos e sociais que se organizam, no Brasil, desde os anos de 1960 perderam duas guerreiras, duas mulheres de fibra e exemplo de luta: Heloneida Studart nos deixou na manhã da última segunda-feira, após ser eleita presidente do PT da 25ª Zona Eleitoral. Despediu-se com mais uma bonita vitória.

Na terça, o mesmo coração, tambor do peito, levou-nos Vera Silvia Magalhães, ex-guerrilheira, mulher que colocou o amor ao país e à luta de resistência contra a ditadura militar acima da própria vida. Participou do seqüestro do embaixador dos EUA, Charles Elbrick, depois foi presa, sofreu as mais bárbaras torturas, foi solta em troca de outro embaixador que a luta armada de resistência seqüestrou. Vera Silvia lutou, perdeu, venceu, mas, sobretudo, viveu em busca da conquista das transformações políticas e sociais do país.

Dois exemplos de luta, dois exemplos de mulheres guerreiras. A seguir, o Portal reproduz um poema de verdade, de Vera, e o texto bonito de Marcos Quintanilha, assessor parlamentar do vereador Adilson Pires (PT-RJ), que circula entre petistas e, mais amplamente, na internet, em homenagem a Heloneida Studart, mas que muito bem pode ser estendido a Vera Sílvia. Afinal, tanto Heloneida quanto Vera são, agora, estrelas no amplo céu da memória social brasileira.

Um comentário:

2008 é Sandro Gripp disse...

Grande mulher guerreira...sempre a trarei em minha mente depois que vi seu depoimento e l~e sobre sua vida. Se o mundo tivesse várias Veras com certeza seria bem melhor.
Pra sempre Vera Magalhaes a eternidade te dará a Paz que você tanto lutou aqui na terra neste plano.