16 de dez de 2007

Oscar Niemeyer - 100 anos

"A arquitetura não é o principal, o principal é a vida, a gente tem que trabalhar para fazê-la mais justa.
Oscar Niemeyer, que hoje celebra 100 anos de idade
Algumas das obras de Oscar Niemeyer:
Arquitetura

1937 - Obra do Berço - Rio de Janeiro - Brasil
1938 - Casa de Oswald de Andrade - São Paulo - Brasil
1939 - Pavilhão do Brasil na Feira Mundial de Nova York - Nova York - EUA
1939 - Edifício Gustavo Capanema - Rio de Janeiro - Brasil
1940 - Conjunto da Pampulha - Belo Horizonte - Brasil
1951 - Conjunto Ibirapuera - São Paulo - Brasil
1951 - Conjunto Copan - São Paulo - - Brasil
1952 - Sede das Organizações das Nações Unidas (ONU) - Nova York - EUA
1952 - Casa das Canoas - Rio de Janeiro - Brasil
1954 - Museu de Arte Moderna (MAM) em Caracas - Caracas - Venezuela
1954 - Oca do Parque do Ibirapuera - São Paulo - Brasil
1957 - Palácio da Alvorada - Brasília - Brasil
1957 - Ministério da Justiça - Brasília - Brasil
1958 - Catedral - Brasília - Brasil
1958 - Praça dos Três Poderes - Brasília - Brasil
1958 - Congresso Nacional - Brasília - Brasil
1958 - Supremo Tribunal Federal - Brasília - Brasil
1958 - Palácio do Planalto - Brasília - Brasil
1962 - Palácio do Itamaraty - Brasília - Brasil
1962 - Ministério das Relações Exteriores - Brasília - Brasil
1967 - Sede do Partido Comunista Francês - Paris - França
1968 - Centro Musical - Rio de Janeiro - Brasil
1968 - Hotel Nacional - Rio de Janeiro - Brasil
1968 - Editora Mondadori - Segrate (Milão) - Itália
1968 - Mesquita de Argel - Argel - Argélia
1968 - Centro Cívico - Argélia
1969 - Universidade de Constantine - Constantine - Argélia
1972 - Bolsa do Trabalho - Bobigny - França
1972 - Centro Cultural de Le Havre - Le Havre - França
1980 - Memorial JK - Brasília - Brasil
1983 - Passarela do Samba - Rio de Janeiro - Brasil
1983 - Prédio-Sede da Rede Manchete de Televisão - Rio de Janeiro - Brasil
1985 - Panteão da Pátria - Brasília - Brasil
1986 - Casa do Cantador - Brasília - Brasil
1987 - Memorial da América Latina - São Paulo - Brasil
1987 - Sede do jornal L¿humanité - Saint-Denis - França
1991 - Museu de Arte Contemporânea - Niterói - Brasil
1991 - Sambódromo - São Paulo - Brasil
1994 - Museu O Homem e Seu Universo - Brasília - Brasil
1994 - Torre da Embratel - Rio de Janeiro - Brasil
2002 - Museu Oscar Niemeyer - Curitiba - Brasil
2006 - Complexo Cultural da República João Herculino - Brasília - Brasil

Urbanismo

1964 - Plano Neguev - Deserto de Neguev - Israel
1967 - Conjunto Urbanístico em Grasse - Grasse - França
1981 - Ilha de Lazer em Abu-Dhabi - Emirados Árabes

Mobiliário

1971 - Estrutura em madeira prensada; assento e encosto em couro
1974 - Estrutura em laminado de madeira prensada; com palha de Viena
1977-78 - Estrutura em laminado de madeira prensada; com palha de Viena

Escultura

1972 - Mão - Centro Cultural de Le Havre
1980 - Monumento JK - Brasília - Brasil
1986 - Monumento Tortura nunca mais - Rio de Janeiro - Brasil
1988 - Mão - Memorial da América Latina - São Paulo - Brasil
1988 - Monumento Nove de Novembro - Volta Redonda - Brasil
1991 - Memorial Gore-Almadies - Dakar - Senegal

Serigrafia

1987-88 - Gravura - 55 x 55 cm

Cenografia

1956 - Cenário de Niemeyer para a peça Orfeu da Conceição, de Vinícius de Moraes - Brasil

Editorial e Ilustração

Ilustração para o livro de Ferreira Gullar
Revista Módulo
Ilustração para o livro de Dias Gomes
Ilustração para o livro de Carlos Drummond de Andrade

Literatura

1966 - Quase Memórias: Viagens
1976 - Minha Experiência em Brasília
1978 - A Forma na Arquitetura
1980 - Rio: de Província a Metrópole
1986 - Como Se Faz Arquitetura
1989 - Trecho de Nuvens
1992 - Meu Sósia e Eu
1993 - Conversa de Arquiteto
1999 - Meu Sósia e Eu
2000 - As Curvas do Tempo
2004 - Minha Arquitetura: 1937-2004
2006 - Sem Rodeios

Fonte: Portal Terra

-----------

Todo dia passo na frente de uma grande obra do Oscar, o Sambódromo. É o espaço do samba, com uma arquitetura que se destaca.

Parabéns arquiteto, pelo teus 100 anos!
15/12/2007


Um comentário:

Adroaldo Bauer disse...

Passeando por aqui me deparo com teu belo postado sobre Oscar Niemayer, para quem mais vale a vida e ela é só um sopro.
Rapaz, aproveito também o momento para te agradecer a publicação em teu blogue de nota divulgando meu livro.
Adorável, humano, solidário e belo gesto, meu camarada.
Tenha com os teus um 2008 muito mais feliz do que queiras.
Beijo no coração.

Adroaldo