1 de fev de 2008

PT se solidariza a Matilde e destaca sua dignidade e competência à frente da Seppir

ImageLeia nota do PT, assinada pelo presidente do partido, deputado Ricardo Berzoini, em solidariedade à ministra Matilde Ribeiro, que pediu demissão da Seppir nesta sexta-feira (1º):

O Partido dos Trabalhadores se solidariza com a ministra Matilde Ribeiro e lamenta sua saída da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), pasta que comandou com dignidade e competência desde o início do primeiro governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em sua gestão, foi dada especial atenção a um grupo de brasileiros historicamente relegados ao esquecimento: os descendentes de escravos moradores de áreas quilombolas, comunidades existentes em várias regiões do país e que somam 1,7 milhão de habitantes. A partir de uma série de políticas públicas articuladas pela Seppir, estes brasileiros passaram a ter direito à terra, à saúde, à educação e à energia elétrica.

Entre outras ações, Matilde Ribeiro também tem se destacado pela defesa das cotas para negros e índios nas universidades brasileiras, que permitiram, nos últimos cinco anos, o acesso de 40 mil pessoas ao ensino superior.

Contra tais políticas tem se insurgido, desde o início, a intolerância secular que domina parcela da sociedade brasileira. As eventuais irregularidades cometidas no uso do cartão corporativo – que devem ser apuradas pelos órgãos de controle, com as medidas cabíveis ao final da investigação – motivaram ataques e insinuações em tom abertamente preconceituoso, não só contra a ministra, mas contra a própria existência da Seppir.

O PT repudia esse tipo de ataque, lembrando que, entre as muitas conquistas do governo Lula, a Secretaria se constitui em marco fundamental no processo de afirmação da cidadania do povo negro brasileiro.

Acompanhamos com tranqüilidade a investigação em curso, na certeza de que o resultado, qualquer que seja, não será suficiente para macular a seriedade do trabalho de Matilde Ribeiro à frente da Secretaria nem sua trajetória de luta militante pela igualdade racial.

O PT tem a convicção de que o governo do companheiro Lula dará continuidade às políticas desenvolvidas pela Seppir.

Ricardo Berzoini
Presidente Nacional do Partido dos Trabalhadores

Nenhum comentário: