14 de abr de 2008

Quaraí, Querência Querida!

Gerson Vieira *

Quando te vi a primeira vez,
Não tinha noção de quanto eras importante para mim
Andei por tuas ruas, entrei em tuas casas
Olhei para os lados, mas não soube te entender.

Precisaram três décadas
Para voltar a te encontrar
Alegrar meu coração ao te ver
E ter a certeza de quão importante és para mim

Terra de meus pais,
Pago daqueles que respiram teu cheiro
Que longe estão e lágrimas derramam
De saudades de ti

Um dia eu volto para te ver
Andar em teu traçado enxadreizado, feito tabuleiro
Um dia eu volto...
Quaraí, querência querida!


(*) Sobre Gerson Vieira
Nasceu em 3/2/1964, em Canoas, RS, reside atualmente no Rio de Janeiro. Formado em Ciências Contábeis pela Ulbra - Universidade Luterana do Brasil. Membro da Casa do Poeta de Canoas e da ACE - Associação Canoense de Escritores. Publicou várias crônicas no jornal Diário de Canoas. Participou das duas coletâneas da Casa do Poeta de Canoas (2003 / 2005).

Nenhum comentário: