24 de out de 2008

Samba pros Poetas

*Diogo Nogueira

Composição: Diogo Nogueira / Inácio Rios

O povo clamando pro samba não morrer
Sambista de fato não deixa esmorecer
Bate no peito com raça e dignidade
O samba vem de Angola
Mexe meu peito, a mais pura verdade

Dizem que o samba da gente já morreu
Isso é conversa fiada, o samba cresceu
E donga dizia pelo telefone
Que o samba é a alma do povo,
Raiz verdadeira, Brasil é seu nome

Samba de Monarco, de Ratinho
De Noel, de Padeirinho e do Silas de Oliveira
Samba de Katimba e da Vila, dona Ivone, Jovelina
E também João Nogueira
Samba pros poetas de verdade
Do Paulinho da Viola e pro Nélson Cavaquinho
Olha que o Candeia foi chegando
E o sem braço foi versando
Devagar, no miudinho

_________________________________________________________________

* Diogo Nogueira - tem 27 anos, é cantor e compositor e vem de uma nobre linhagem do samba. Filho do saudoso João Nogueira, acostumou-se desde cedo a ser embalado por choros e sambas.
João costumava levar Diogo para cantar em seus shows e logo vieram os convites para participar de rodas de samba do Rio, hábito que lhe rendeu respeito e aprovação dos bambas da música.
No final de 2005, participou do antológico show realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, comemorando 40 anos de carreira da cantora Beth Carvalho. Naquela noite, Diogo emocionou a platéia do Municipal ao interpretar “O Poder da Criação”.


Em 2007, Diogo Nogueira gravou seu primeiro DVD no Teatro João Caetano (RJ), com clássicos do samba e músicas inéditas, ao lado dos convidados Marcelo D2, Xande de Pilares (Revelação) e o violonista Marcel Powell. CD e DVD foram lançados pela EMI Music no final de 2007, confirmando Diogo Nogueira como a maior revelação do samba de sua geração.

Assisti o Diogo no primeiro de maio deste ano, promovido pela CUT, na Lapa, Rio de Janeiro. É um sambista carismático, dono de uma voz magnífica. Tem tudo para registrar seu nome na galeria do samba.

Para saber mais: www.diogonogueira.com.br

Nenhum comentário: