25 de mai de 2008

Poesia - Entre Fadas e Bruxas






























ENTRE FADAS E BRUXAS

*Gerson Vieira

As fadas são radiantes,

as bruxas, misteriosas.

As fadas têm varinha de condão,

as bruxas, caldeirão.

As fadas são sensíveis, têm coração,

as bruxas não têm emoção.

As fadas trazem felicidade,

as bruxas somente dor e desilusão.

As fadas são atenciosas,

as bruxas, indiferentes.

As fadas encantam,

as bruxas enfeitiçam.

(31.10.2001, pg. 56 da coletânea)



(*) Sobre Gerson Vieira
Nasceu em 3/2/1964, em Canoas, RS, reside atualmente no Rio de Janeiro. Formado em Ciências Contábeis pela Ulbra - Universidade Luterana do Brasil. Membro da Casa do Poeta de Canoas e da ACE - Associação Canoense de Escritores. Publicou várias crônicas no jornal Diário de Canoas. Participou das duas coletâneas da Casa do Poeta de Canoas (2003 / 2005).






Nenhum comentário: